Conectividade e personalização: o novo perfil do mercado B2B

Por Felipe Simeoni, gerente de Marketing e Inteligência de Mercado da GQM

No que diz respeito à corrida tecnológica, podemos dizer que, durante o último ano, avançamos o equivalente a, pelo menos, cinco anos. Ainda que o mercado já se movimentasse para implementar soluções conectadas ao universo virtual, com a necessidade criada em meio à pandemia, estas transformações aconteceram em uma velocidade gigantesca. Hoje, com mudanças que atingem até mesmo o perfil do consumidor, os hábitos do mercado já não são mais os mesmos. 

Com inovações e evoluções, dois conceitos ganharam destaque: a conectividade e a personalização, fazendo com que o investimento nestas estratégias se atrelem diretamente ao sucesso dos negócios. No universo B2B tais tendências também ganharam destaque. De acordo com estudos realizados pela McKinsey, somente 20% dos tomadores de decisão optam por atendimentos presenciais atualmente, enquanto 42% apontam a modalidade híbrida das negociações como uma opção “muito melhor” ao praticado no período pré-pandemia. 

Ambas tendências estão ancoradas na tecnologia, sendo ela o suporte e a base sistêmica para o funcionamento de estratégias que trazem uma série de facilidades, e também fomentam um mercado mais competitivo. Ainda que o universo corporativo seja marcado pelas relações pessoais, esta conexão vem, a passos largos, caminhando para o ambiente digital. 

Assim a conectividade se alinha à personalização para maximizar a presença das empresas, levando ao consumidor mais do que a solução de um problema, mas sim experiências surpreendentes. Há de se entender que no cenário atual, a conexão acontece 24 horas por dia e em diferentes plataformas. Então, não basta estar nas redes, é preciso que a empresa demonstre ao usuário seus diferenciais, seu atendimento exclusivo, sua atenção às demandas específicas e o valor que possui. 

Dentro deste quesito estão os atendimentos “sob medida”, onde o consumidor é mais do que o objetivo, mas sim o cerne de toda a estratégia. Com uma experiência positiva em sua jornada, as empresas desenvolvem relações, constroem vínculos e fidelizam seu cliente, validando sua importância e comprometimento com o cliente. A tecnologia ampara tais ações com o uso de dados, permitindo prever resultados e analisar a performance, além de conhecer melhor o consumidor. 

Ainda que pareça complexo, tais situações são essenciais para a melhoria dos processos e, no mundo corporativo, estas são propostas que permitem conhecer os atores realmente engajados com seus negócios. Compreender a necessidade dos consumidores sempre foi importante mas, no mundo moderno, é preciso ir além. Além da conexão, além da proximidade, além do que se espera. O sucesso nas negociações depende da maneira como se desperta o interesse das pessoas, mostrando como sua empresa pode ir além do que se espera. Com a internet se tornando tão intrínseca em nosso cotidiano, este é só o início das mudanças que tendem a acontecer dentro do B2B, inspirando transformações cada vez maiores. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *