Novas possibilidades tecnológicas impulsionam o crescimento do mercado de sublimação em pequeno formato

A personalização sempre esteve presente na evolução da história e, hoje em dia, com o consumidor mais participativo nas práticas do mercado, os materiais exclusivos se tornam um segmento em grande expansão. Muito da evolução no setor se dá pelas novas perspectivas tecnológicas que, segundo o professor de sublimação, PH Oliveira, são fruto da visibilidade dada ao setor por empresas de grande porte. “Antes nós, do pequeno formato, precisávamos trabalhar com equipamentos adaptados, hoje empresas especializadas em soluções para impressão digital já estão produzindo soluções voltadas diretamente para suprir nossas demandas. Isso não só potencializa o ecossistema, como também impulsiona empreendedores a investir neste ramo levando todo o coletivo ao desenvolvimento”, afirma.

A sublimação, área em que PH atua há mais de 10 anos, é uma técnica de impressão que utiliza o calor como base, fazendo com que a tinta saia do papel e ancore na superfície desejada. Por meio deste procedimento é possível personalizar um vasto universo de produtos e, mesmo que famosa pela confecção de louças e estampas, a sublimação pode ser utilizada em todos materiais que contenham resina de poliéster em sua composição. 

Além do extenso mix de produtos, a técnica também se destaca pelo seu baixo valor de investimento. Na série de lives “Impressão digital além da caneca” promovida pela Global Química & Moda, PH destacou sobre as demandas que ainda podem ser supridas pela sublimação em pequenos formatos. “Após definir seu nicho e a persona a qual se pretende vender, iniciar o empreendimento não requer muito capital. Isso porque para se fazer a sublimação são necessárias poucas ferramentas. Uma prensa cilíndrica ou lisa, tinta e papel sublimático, produto e uma impressora são todos os materiais necessários para se iniciar”, esclarece.

O minicurso, realizado em maio e que segue disponível na plataforma de conteúdos da Global Química & Moda, GQM Conecta, abordou os diferentes substratos que podem ser utilizados pela sublimação em pequeno formato, o crescimento do mercado de brindes e presentes e, também, diversas dicas sobre como ingressar e investir neste segmento. PH reforçou que, mesmo a esfera da personalização sendo ampla, é indispensável buscar inovar e ter mentalidade de empreendedor. “O profissional da sublimação tem que ser mil em um só, precisa entender dos processos e, principalmente, saber se posicionar como empresário. Só se tornará um profissional quem souber ocupar a posição de um, sabendo respeitar e valorizar seu negócio e entendendo que a personalização não é somente a venda de um produto exclusivo e sim a eternização de momentos, sentimentos e emoções”, salienta.

As aulas da Impressão digital Além da Caneca, assim como outras iniciativas já realizadas pela GQM, estão disponíveis gratuitamente no GQM Conecta. Treinamentos, lives sobre o mercado de impressão digital e outros conteúdos para apoiar o empreendedor também podem ser conferidos na plataforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *